quarta-feira, 2 de maio de 2012

Revisão de português


                                          Revisão de Português
                                  Jornais
Palavras importantes no jornalismo impresso
Agência de notícia: Empresas que cobrem fatos e distribuem informações jornalísticas para todos os veículos de comunicação.
Cadernos: São as partes separadas de um exemplar de jornal. Contêm assuntos correlatos, distribuídos em seções e colunas fixas e matérias ligadas ao tema geral.
Chamadas: Textos, completados por títulos, fatos e legendas, gráficos, mapas, etc., que resumem a notícia. Geralmente são colocados na primeira página para atrair o leitor.
Colunas: Seções assinadas de um jornal ou revista. São colocadas sempre em uma mesma página e possuem um título fixo.
Lide ou lead: Quem, o que, quando, onde, como e por quê.
Manchete: Título principal de uma notícia, em letras garrafais na primeira página do jornal ou da revista.
Notícias: São relatos de uma série de fatos a partir de um fato mais importante.
Olho: Tem a mesma função de um subtítulo. É um pequeno texto ou título que antecede um título maior ou um grande texto.
Rubrica: É um título dado a uma matéria.
Seção: Espaço no jornal onde são reunidos assuntos específicos. É uma subdivisão dos cadernos do jornal.
Título: Está no inicio, com letras maiores.

Exercícios:
1) Por que em sua opinião, o papel em que jornal é confeccionado é diferente do papel das revistas?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
2) Há, na forma como as notícias e reportagens são apresentadas, alguma semelhança entre jornal e revista? Qual?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
3) E diferenças ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................

Clique nesse link para abrir a imagem do jornal, para responder as seguintes perguntas: http://www.hackerteen.com/files-ht/paginas/noticia_diarioabc.jpg

4) Qual é o fato central da notícia ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
5) Quais são as informações mais detalhadas que sabemos ao ler o lead dessa notícia ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
6) Quem é o autor do texto?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
7) Quantas falas aparecem entre aspas ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
8) De quem são essas falas ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
9) Porque elas aparecem entre aspas ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
10) De duas circunstâncias que envolvem a notícia que não aparece o lead ?
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
Noticia São relatos de uma série de fatos a partir de um fato mais importante.
O lide pode estar inteiro no 1º parágrafo de uma notícia ou distribuído pelo resto da notícia.
A notícia é composta por parágrafos e frases curtas.
Toda notícia tem o objetivo de informar.
O título da notícia serve para chamar atenção.
A linguagem utilizada pelo jornalista para escrever a notícia é formal, simples e direta.
As falas introduzidas por aspas indicam falas de outras pessoas e servem para dar credibilidade.
Resumo
Estilo jornalístico
   O importante é que a linguagem seja assimilada facilmente pelo leitor.
    O texto jornalístico tem a função de informar todo tipo de acontecimento importante para uma cidade em qualquer outro lugar transformando fatos em notícia.
   A escrita jornalística marca seu estilo próprio no modo como informa, como apresenta a notícia. Essa escrita é padronizada irracional a fim de tornar o texto jornalístico legível, com identidade e unidade.
   Uma das principais responsáveis pela caracterização da escrita jornalística, a linguagem nesse contexto, a linguagem deve ser:
* Direta
* Econômica
* Rápida
* Superficial
   E essas características são traduzidas:
* Nos parágrafos curtos
* Na estrutura frasal, que deve ser direta.
* No uso de palavras com significado exato
* No uso de discurso direto
* Na simplicidade
   Deve-se evitar:
* Preciosismo e frases feitas
* Qualificativos tendenciosos
* Começar os parágrafos sempre do mesmo modo ou com muitas explicações sobre o conhecimento.
   As revistas de informação primam por manter as características dos textos jornalísticos, são feitas para informar os conhecimentos com a objetividade e clareza.
   Sua linguagem é chamada de formal coloquial, mescla expressões retiradas de textos literários, com o uso corriqueiro, comum. As revistas tem uma estrutura narrativa para contar o fato, costuma enumerar, descrever detalhes, fazer analogias, comprar, criar contrastes, exemplificar e dar testemunho. Fazem bastante uso do verbo descendi servem como apoio nos textos jornalístico.
   O texto jornalístico de revista é mais livre que o de jornal, muitas vezes permite iniciar a narração pelo final do acontecimento.
   Linguagem nos jornais
   Todos os gêneros publicados em jornais e revistas costumam serem claros, diretos, enxutos e não muito extensos. O objetivo é informar o leitor, trazer opiniões e pontos de vista, dentro de um mundo rápido e dinâmico, em que as pessoas não podem perder muito tempo para ler informações básicas, publicados diariamente.
   Aponte duas semelhanças entre uma crônica e uma notícia de jornal. ..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................
..............................................................................................................................


OBS: AS RESPOSTAS SERÃO COLOCADAS NO BLOG AMANHÃ, DIA 3/05
DE CRISTINE E RAYANA
BOM ESTUDO !

Classe de palavras
     O adjetivo atribui qualidade, estado ou modo de ser, o critério considerado é o semântico (que leva em conta o sentido, o significado). Adjetivo é a palavra que caracteriza o substantivo, o critério adotado é o sintático (que leva em conta a função), define-se o adjetivo segundo sua relação com o substantivo. Adjetivo é a palavra variável em gênero, número e grau, o critério adotado é o morfológico (que leva em conta a forma).
      Subtantivo é a palavra variável em genêro, número e grau que dá nome aos seres em geral.
      Artigo é a palavra que precede o substantivo, indicando-lhe o gênero e o número. Tem também a função de especificar ou generalizar o substantivo.
ARTIGO DEFINIDO - indica um substantivo específico, individualizado. Pode ser singular ou plural
ARTIGO INDEFINIDO - indica o substantivo de modo vago, generalizante. Assinala um ser qualquer entre outros da mesma espécie. Pode ser singular ou plural.
Propriedade dos artigos
     A anteposição do artigo indica a substantivação de qualquer palavra.
     O artigo pode aparecer unido a preposições.
    Adjetivo é a palavra variável em gênero, número e grau que caracteriza o substantivo, induicando-lhe qualidade, estado, modo de ser ou aspecto .
       Locução Adjetivo é a expressão formada de preposição + substantivo (ou advérbio)
     Em alguns casos, a locução adjetiva não apresententa um adjetivo correspondente, mas nem por isso deixa de ser uma locução adjetiva.
      Numeral é a palavra que indica a quantidade exata de seres, ou a posição que um ser ocupa numa determinada série.
      Pronome é a palavra variável em gênero, número e pessoa que representa ou acompanha o subtantivo, indicando sua posição em relação ás pessoas do discurso ou situando-o no espaço e tempo.
      Quando o pronome representa o substantivo, dizemos trata-se de pronome substantivo.
      Quando o pronome acompanha o substantivo, dizemos trata-se de pronome adjetivo. O pronome expressa um ser apenas quando inserido num contexto.
As pessoas do discurso
* Primeira pessoa - aquele fala
* Segunda pessoa - aquele com quem se fala.
* Terceira pessoa - aquela de quem ou de que, se fala.
Pronomes pessoais são aqueles que representam as pessoas do discurso.
         O pronome pessoal será reto quando desemprenhar a função de sujeito da oração e será oblíquo quando desemprenhar a função de complemento verbal.
         As formas sintéticas comigo, contigo, conosco, convosco e consigo resultam da combinação da preposição com + os pronomes oblíquos correspondentes.
         Na categoria dos pronomes pessoais, incluem-se os pronomes de tratamento, eles se referem á pessoa com quem se fala mas a concordância gramatical deve ser feita na terceira pessoa.
Pronomes possessivos são aqueles que se referem ás pessoas do discurso, indicando ideia de posse.
Pronomes demonstrativos são aqueles que indicam a posição de um ser em relação ás pessoas do discurso, situando-o no espaço ou tempo.
      As formas variáveis este, esse, aquele podem funcionar como pronomes substantivos ou pronomes adjetivos. As formas invariáveis isto, isso e aquilo sempre funcionarão como pronomes substantivos.
Empregos dos pronomes demonstrativos
      Os pronomes demonstrativos podem ser utilizados para indicar a posição especial de um ser em relação ás pessoas do discurso.
* Os demonstrativos de primeira pessoa (aquele e aquilo) indicam que o ser está próximo de quem se fala.
*Os demonstrativos de segunda pessoa (esse e isso) indicam o ser que está próximo á pessoa com quem se fala
*Os demonstrativos de terceira pessoa (aquele e aquilo) indicam que o ser está próximo á pessoa de quem se fala, ou distante dos interlocutores.
           Os demonstrativos servem para indicar a posição temporal, revelando proximidade ou distanciamento no tempo, em relação á pessoa que fala.
* O demonstrativo de primeira pessoa este revela tempo presente.
* O demonstrativo de segunda pessoa esse revela tempo passado
*O demonstrativo de terceira pessoa aquele revela tempo remoto ou bastante vago
       Os pronomes demonstrativos podem indicar o que ainda vai ser dito e aquilo que já foi dito.
* Devemos empregar este e isto quando queremos fazer referência a alguma coisa que ainda vai ser dita.
Devemos empregar esse e isso quando queremos fazer referência a alguma coisa que já foi dita.
*Emprega-se este em oposição a aquele se quer fazer referência a elementos já mencionados.
PRONOMES RELATIVOS são aqueles que retomam um termo anterior da oração, projetando-a numa outra oração.
PRONOMES INDEFINIDOS são aqueles que se referem á terceira pessoa do discurso de modo vago e impreciso.
        Os pronomes indefinidos também podem aparecer sob a forma de locução pronominal: cada qual, quem quer que, qualquer um.
PRONOMES INTERROGATIVOS são aqueles usados para formular uma pergunta, de forma direta ou indireta.
VERBO  é a palavra variável em pessoa , número, tempo, modo e voz que exprime um processo, isto é, aquilo que se passa no tempo (ação, estado, mudança,  de estado, fenômeno da natureza, existência, desejo, convivência)
Locução verbal
    As locuções verbais são compostas por um verbo principal em uma de suas formas nominais + um verbo devidamente flexionado, que será o auxiliar. O verbo auxiliar tem a função de ampliar a significação do verbo principal. Os verbos auxiliares mais comuns são: ser, estar, ter, haver.
As categorias gramaticais invariáveis:
ADVÉRBIO é a palavra que, fundamentalmente, modifica o verbo, exprimindo circunstância (tempo, modo, intensidade, etc.).
Alguns advérbios podem também modificar um adjetivo ou outro advérbio.
Em certas construções, o advérbio pode modificar uma frase inteira.
Classificação dos advérbios
      Os advérbios e as locuções adverbiais são classificados de acordo com a circunstância que expressão. As principais circunstâncias seguidas de alguns advérbios e locuções adverbiais comumente empregados para exprimi-las.
* Afirmação: sim, certamente, efetivamente, realmente, sem dúvida, com certeza.
* Dúvida: talvez, quiçá, possivelmente, provavelmente.
* Intensidade: muito, pouco, bastante, demais, menos, tão.
* Lugar: aqui, ali, lá, cá.   Atrás, perto, abaixo, acima, dentro, fora, além, adiante, á direita, á esquerda.
* Tempo: agora, já ainda, amanhã, cedo, tarde, sempre, nunca de manhã, de repente.
* Modo: assim, bem, mal, depressa, devagar, calmamente, alegremente.
*Negação: não, tampouco, de maneira alguma.
PREPOSIÇÃO é a palavra invariável que liga dois termos da oração, subordinando um ao outro.
Classificação das Preposições
As preposições classificam-se em:
Essenciais- aquelas que sempre funcionam como preposição
Acidentais- palavras que, não sendo efetivamente preposições, podem funcionar como tal.
Emprego das preposições
* Meio- Chegou de ônibus
* Origem- Voltou de Pernambuco
* Companhia- Saiu com os amigos
* Falta ou ausência- Vivia sem dinheiro
*Finalidade- Discursava para convencer
* Lugar- Morava em uma praia distante
* Causa- Morreu de fome
* Matéria- Usava um chapéu de palha
*Posse- A casa de Maria é antiga
*Assunto- Conversavam sobre filmes de terror.
Algumas preposições podem aparecer unidas com outras palavras. Quando na junção da preposição com outras palavras não houver perda de elemento fonético, temos combinação.
Caso haja alteração fonética, teremos contração.
combinação - ao (a+o) aos(a+os) aonde(a+onde)
contração - do (de+o) desta(de+esta) numa (em+uma) dum(de+um) na(em+a)
CONJUNÇÃO é a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos que exercem a mesma função sintática dentro de uma oração.
Locução conjuntiva ao conjunto de duas ou mais palavras com valor de conjunção.
As conjunções, assim como as locuções conjuntivas, classificam-se em coordenativas e subordinativas.
Conjunções Coordenativas
Ligam termos que exercem a mesma função sintática, ou orações independentes (coordenadas). As conjunções coordenativas subdividem-se
*aditivas (indicam soma, adição): e, nem, mas também, mas ainda.
*adversativas (indica oposição, contraste): mas, porém, contudo , todavia, entretanto, no entanto.
*alternativas (indica alternância, escolha): ou, ou... ou , ora... ora, quer...quer
*explicativas (indicam explicação): pois (anteposto ao verbo), porque, que.
*conclusivas (indicam conclusão): pois (anteposto ao verbo), logo, portanto, então.
Conjunções subordinativas
Ligam duas orações sintaticamente dependentes.
Interjeição é a palavra invariável através da qual exprimimos sentimentos, sensações, estados de espírito apelos e emoções variadas.
Quando a interjeição é expressa por mais de um vocábulo, recebe o nome de locução interjetiva.
DE RAYANA E CRISTINE


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário